Luis Gallego, presidente da Iberia diz que a decisão de Competencia pode dois anos

O Presidente da Iberia, Luis Gallego, pronuncia-se  sobre a compra de Air Europa pela Iberia.


O dirigente espanhol assegurou:" temos um acordo de compra  que depende da aprovação das autoridades de “Competencia” ( O grupo Iberia compra a Air Europa por mil milhões). O processo poderá demorar 18 meses ou mesmo dois anos. Esperamos que seja no segundo semestre do ano que vem”, afirmou esta quarta feira em Mdrid num encontro com a Servimedia, onde também esteve presente Gabriel Escarrer, conselheiro delgado da Meliá”
E continuando esclareceu: “Competência tem de analisar a operação, nós fizemos uma análise passo a passo e estamos convencidos que é o melhor para quem utiliza a companhia que assim poderá beneficiar de mais voos, mais destinos, melhores horários, melhores preços. Desde 2003 que a Iberia duplicou a capacidade nas Baleares e nas Canárias o que vamos continuar a fazer.” destacou Luis Gallego relativamente aos voos para as Ilhas.
O Presidente da Iberia insistiu ainda: “ se nos metemos nisto é porque estamos convencidos que é mais benéfico para os consumidores e para tornar Barajas num hub mais forte”.

Gallego salientou que a compra da Air Europa permitirá ao hub de Madrid competir com os outros hubs europeus.
O hub de Madrid perdeu posições com outros hus europeus. Acreditamos que ter um operador grande que possa competir com os outros hubs europeus, como é o caso da frota da Air Europa nos permitirá ter um operador grande como a frota de longo curso da Air Europa,  com 63 aviões de longo curso algo semelhante ao que acontece com os 65 aviões da Air France-KLM

 Lui Gallego salientou que com a integração da Air Europa “teremos um hub de 360 graus. Em 206 abrimos em Shangai e Tóquio, mas não é fácil chegar à Ásia, é preciso ter capacidade para tal. Estamos convencidos da importância de ter um operador que possa competir taco a taco com os outros hubs europeus”.


Durante o encontro, o presidente da Iberia recordou que no mundo da aviação estão a acontecer uniões tanto na EEUU como na Europa. “ A Air Europa estava a unir-se à Air France, estavam a fazer um acordo. A Air France tem mais interesse no hub de Paris do que no de Madrid. Assim o que fizemos foi pensar no melhor para Madrid e para Espanha, desenvolvendo o hub de Madrid potenciando-o” afirmou Gallego.

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade