TAP diz "frota de longo curso é das mais modernas do mundo"

TAP recebeu o 30º avião de 2019 retirando da frota o último Airbus A330 de configuração mais antiga.

 

 

Com esta nova frota a companhia satisfaz de forma mais positiva os Clientes, consegue redução de consumos de combustível e melhor eficiência operacional e ambiental, “permitindo aumento dos passageiros transportados e expansão para novos mercados e destinos”.

A TAP celebrou esta semana mais um marco histórico na renovação da sua frota.

 Tendo saido de operação do último dos aviões com produto de cabine desactualizado, a frota de Longo Curso da Companhia está modernizada a 100 por cento tendo agora uma idade média de 3,9 ano quando, há um ano, a idade média era de 15 anos.

 As novas aeronaves de longo curso da TAP oferecem aos passageiros um sistema de entretenimento de vanguarda, ligação wifi com mensagens de texto gratuitas e os A330neo disponibilizam a moderna e sofisticada cabina Airspace by Airbus.

 Em três anos, a TAP renovou a frota com novos aviões NEO, num processo de modernização da frota que entra para a história da aviação civil,

 

Com a saída do Airbus A330-200 CS-TOG, no dia 29 de Novembro, os voos transatlânticos passaram a ser operados em exclusivo por aviões novos ou com interiores de cabina modernos que permitem oferecer aos passageiros os níveis mais elevados de conforto.

 

Dispondo de uma frota cada vez mais moderna e confortável, a TAP continuará a investir na excelência da sua operação. A nova frota permite à TAP abrir novas rotas, reforçar a rede de destinos e diversificar os mercados em que opera.

Falar hoje em dia da TAP é falar de aviões novos , mais eficientes e competitivos , que aumentam a satisfação dos clientes , que fazem crescer a companhia em clientes e em mercados , em frequências e em rentabilidade.

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade