UE proíbe companhia áreas de viajar no Espaço Económico Europeu

Companhias aéreas de Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial e Venezuela integram a 'lista negra' das 115 transportadoras proibidas de voar para a União Europeia (UE).

No total, seis integram a lista a título individual, por razões que devem a problemas de segurança das próprias transportadoras aéreas, como a Avior Alirlines, da Venezuela, e as outras 109 - certificadas em 15 países - por controlo insuficiente pelas respectivas autoridades nacionais.

A lista inclui sete companhias aéreas de Angola, sendo que apenas a TAAG e a Heli Malongo estão excluídas da lista, todas as de São Tomé e Príncipe e também todas as registadas na Guiné Equatorial.

A lista é actualizada periodicamente.

Texto:Lusa

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade