SATA, mau tempo e greve atrasam voos

A SATA Air Açores conseguiu escoar os cerca de 60 passageiros que ainda se encontram em Ponta Delgada para as ilhas de origem, apesar do mau tempo que se faz sentir na região, disse fonte da companhia aérea.

O porta-voz do grupo SATA, António Portugal, declarou à agência Lusa que 99,9% dos voos previstos já se realizaram, faltando apenas, assegurar as ligações Ponta Delgada-Horta, Ponta Delgada-Santa Maria e Ponta Delgada-Funchal.


Para além da depressão que condiciona o tempo nos Açores, nos últimos três dias, a SATA Air Açores foi confrontada com uma greve dos técnicos de manutenção de aeronaves, tendo segunda-feira realizado mais dois voos do que o previsto "com a colaboração" dos trabalhadores, que manifestaram através do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil disponibilidade neste sentido para que os passageiros chegassem a casa a tempo de celebrar o Natal.


A secretária regional dos Transportes, Ana Cunha, enalteceu, entretanto, citada em nota de imprensa do executivo açoriano, o trabalho realizado pelos profissionais da SATA na reposição das ligações aéreas no rescaldo da greve ocorrida nos últimos dias.

Ana Cunha disse que gostaria de "deixar claro que lamenta os constrangimentos que foram causados por esta greve de três dias, aos passageiros e aos açorianos em particular, com situações bastante preocupantes, sobretudo em véspera de noite de Natal".


"Houve uma facilidade por parte dos sindicatos, e atendendo a que estamos na véspera de Natal, de permitir que houvesse uma exceção aos serviços mínimos", afirmou, tendo mencionando ainda "o excelente trabalho de todas as equipas da SATA, inclusive os técnicos de manutenção de aeronaves que estiveram ao serviço, para que se tentasse repor as ligações e levar todas as pessoas ao seu destino final".

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade