Norwegian transporta menos passageiros em 2019 mas melhora a ocupação

A companhia decidiu iniciar uma mudança de estratégia para passar do crescimento à rentabilidade.

 

   Norwegian, uma companhia lowcost, transportou, em 2019, 36,28 milhões de passageiros, cerca de 3% menos que no ano anterior, informou a companhia escandinava.

A ocupação foi de 86,6%, quase um ponto mais. A companhia iniciou uma mudança de estratégia para passar do crescimento à rentabilidade.

Os pedidos , tendo em conta o numero de passageiros transportados por quilómetro (PTK), subiu 2% por ano, enquanto que a oferta por lugar, por quilómetro (AKO) melhorou um 1%.

A ocupação foi de 86,6%, quase um ponto mais, e os bilhetes unitários subiram 7%, dados que a companhia considera que se ajustam à sua mudança de estratégia de passar do crescimento à rentabilidade, o que supõe uma redução da capacidade optimizando a sua rede de rotas.

A Norwegian encerra seis rotas em Madrid, mas mantém as bases nas Cnárias.

A companhia transportou 2,26 milhões de passageiros em Dezembro, uns 19% menos, enquanto que o AKO e o PTK registaram também descidas importantes de 25% e 21% respectivamente e a ocupação melhorou quase cinco pontos até 83,5%.

Jacob Schram, conselheiro delegado, afirmou em comunicado “Durante todo o ano , a companhia trabalhou para reduzir a capacidade de acordo com a procura e tem trabalhado sem descanso para estabelecer uma estrutura de rotas adaptada às grandes flutuações sazonais da indústria”.

A Norwegian anunciou em 2018 uma mudança de estratégia devido aos problemas económicos, acentuados com a proibição de voo dos Boeing 737 MAX decretada pelas autoridades de vários países depois dos acidentes mortais ocorridos na Indonésia e Etiópia.

A companhia compensou o deficit de capacidade com a venda de aviões antigos, alugando aeronaves e aproveitando os seus Dreamliner 787 nas rotas solicitadas e impulsionando outras medidas como diminuir em dois anos o vencimento da dívida para ganhar liquidez e vender a sua participação no banco electrónico Norwegian Bank.

A Norwegian lançou também um plano de colocação privada de cerca de 27.250.000 novas acções e a emissão de bonus convertíveis de cerca de 175 milhões de dólares (157 milhões de euros) para assegurar o financiamento.


O grupo IAG- que integra a Iberia, Era Lingus, Vueling e a British Airways- adquiriu há dois anos 3,93% da Norwegian e tentou começar conversações par a sua compra, para acabou por lançar uma oferta pública de aquisição (opa) por não ter chegado a acordo.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade