TAP moderniza-se, recebendo dois novos Airbus A330neo no mesmo dia

Seguindo o seu processo de expansão a TAP junta agora à sua Frota do Longo Curso dois novos Airbus A330neo

A TAP recebeu, em Lisboa, mais dois novos aviões do modelo A330neo da Airbus. Os voos de entrega do Airbus A330neo CS-TUQ, e do Airbus A330neo CS-TUS descolaram de Toulouse e aterraram em Lisboa ao final da tarde da passada sexta-feira.

A frota do Longo Curso da Companhia conta agora com 19 aeronaves deste modelo, que já realizam 70% do total de horas de voo de Longo Curso da Companhia.

O Airbus A330neo é uma aeronave de vanguarda. O novo avião “incorpora a última geração de motores Rolls-Royce Trent 7000, altamente eficientes e uma nova asa de maior envergadura com optimização 3D e com novos sharklets para proporcionar o melhor desempenho aerodinâmico”.


Ao ter sido a primeira Companhia do mundo a operar o Airbus A330neo, a TAP inaugurou uma nova forma de viajar no Longo Curso.

“O modelo A330neo da Airbus, com 298 lugares, oferece aos passageiros uma viagem de elevado conforto, menor ruído e a tecnologia mais avançada, incluindo um sistema de entretenimento e conectividade a bordo de última geração.

Convém salientar que a Companhia “é também pioneira ao oferecer neste avião mensagens de texto ilimitadas grátis, via wi-fi, em voos transatlânticos, sem qualquer custo e para todos os passageiros”.


Nos últimos quatro anos, a Companhia investiu fortemente na renovação e na modernização da sua frota.  O investimento feito permitiu:

•    Renovar as cabines das aeronaves existentes com a colocação de novos assentos e a reconfiguração das classes existentes para classe executiva, uma inovadora EconomyXtra que é a classe económica melhorada e a tradicional classe económica;

•    Criar uma nova marca – a TAP Express – para rotas regionais e domésticas, substituindo ainda a frota da Portugália;

•    Renovar a frota de médio curso com aeronaves da nova geração da Airbus;

•    Introduzir o modelo A321LR da Airbus, um avião de médio curso com capacidade para operar em rotas intercontinentais, beneficiando da localização do hub de Lisboa;

•    Renovar a frota do Longo Curso com a substituição dos aviões mais antigos por aeronaves de última geração, como o Airbus A330neo, dando início a uma nova era, com uma frota mais moderna.


O investimento em equipamentos mais modernos, eficientes e confortáveis, ajustados à ambição da Companhia de oferecer o melhor produto da indústria aos seus Clientes, permite à TAP aumentar a oferta e crescer para novos destinos, reforçando a sua competitividade.

Em 2015, a Companhia portuguesa previa ter 17 aeronaves de Longo Curso no final de 2019, das quais oito seriam NEO e nove CEO (aeronaves da geração anterior). Contudo, as oportunidades atractivas de expansão do mercado norte americano e brasileiro, bem como a baixa eficiência da frota antiga da TAP, levaram a Companhia a antecipar a chegada dos novos aviões. Actualmente, a frota de Longo Curso tem 19 Airbus A330neo e sete Airbus A330ceo.

Com o sucesso de todo este processo, a TAP surge como a única empresa no mundo que conseguiu fazer uma renovação de 70 por cento da sua frota do Longo Curso para aviões de última geração em apenas um ano.


Já na frota do médio curso, a TAP tem actualmente uma frota de 56 aeronaves, composta por 19 aviões de última geração: sete A320neo, oito Airbus A321neo e quatro Airbus A321LR, e 41 CEO (aeronaves da geração anterior).


Nos últimos quatro anos a frota da TAP cresceu de 75 aviões para 107 aviões, um crescimento superior a 40 por cento. Ao todo, no decurso deste ano, a Companhia receberá 10 novas aeronaves dos quatro modelos da Airbus: A320neo, A321neo, A321LR e A330neo. E 71 até 2025, ficando assim com uma das frotas mais modernas e competitivas do mundo.

       

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade