TAP obrigada a suspender 200 voos para os EUA

TAP obrigada a suspender 200 voos para os EUA
Divulgação

O Presidente dos Estados Unidos da América suspendeu "todas as ligações aéreas", o que implica que a TAP terá de suspender cerca de 200 voos.

 

Donald Trump anunciou uma medida extraordinária de combate à propagação do COVID -19 "suspender todos os voos entre  e da Europa para os EUA estão suspensos, excepto com o Reino Unido".

O Presidente afirmou: "Vamos suspender todas as ligações aéreas da Europa aos EUA durante os próximos 30 dias. As novas regras entram em vigor na sexta-feira (13/3) à meia-noite".

Acrescentando que "estas restrições serão ajustadas de acordo com as condições no terreno".

Uma vez que a TAP realiza 49 voos semanais entre Portugal e os EUA, numa paralisação de um mês resultará no cancelamento de duas centenas de voos. 

Após o anúncio do cancelamento de 30500 voos provocados pelo surto, que segundo a companhia se deve à "quebra nas reservas de viagens para os próximos meses que se tem verificado nos últimos dias".

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade