Suspensos os voos da SATA para a Ilha Terceira

O presidente do Governo dos Açores anunciou o fecho, a partir de terça-feira, dos serviços públicos não essenciais,



Devido ao surto de Covid-19, o presidente do Governo dos Açores anunciou o fecho, a partir de terça-feira, dos serviços públicos não essenciais tendo definido o aeroporto de Ponta Delgada como o único da operação da Azores Airlines.

Em conferência de imprensa em Ponta Delgada, Vasco Cordeiro anunciou o fecho "de todos os serviços públicos da administração regional directa e indirecta, incluindo institutos públicos e empresas públicas, com exceção" daqueles que são considerados essenciais.

Considerados essenciais são “os serviços de saúde e proteção civil, o processamento de prestações sociais, os matadouros e o desembarque e venda de pescado, os serviços inspectivos ou o fornecimento de energia eléctrica.

Com a confirmação de um caso positivo de Covid-19 na ilha Terceira, o Governo dos Açores, enquanto acionista do Grupo SATA, “determinou ainda a concentração da actividade operacional da Azores Airlines - que opera de e para fora da região - no aeroporto de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

A perguntas sobre a operação da TAP e Ryanair na Terceira, Vasco Cordeiro acentuou que “há conversas com a autoridade de saúde pública e que "a seu tempo" serão conhecidos novos desenvolvimentos sobre a matéria”.

O Governo dos Açores anunciou também a suspensão do contrato de ligações aéreas de "todas as ilhas dos Açores" para a Terceira "e desta para todas as outras ilhas" da região.

Estas medidas aplicadas à Azores Airlines e à Sata Air Açores - que opera no arquipélago - entram em vigor a partir das 18:00 locais de terça feira (19:00 em Portugal continental).

São excepção as deslocações referentes a transportes de carga ou "casos de força maior, desde que devidamente autorizados pela Autoridade de Saúde Regional".
Fonte Lusa

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade