Preços do Alojamento Local disparam em Lisboa com Web Summit

Valores médios cobrados por noite na zona do Parque das Nações crescem 46% na semana da realização da feira sendo Bairro Alto, Mouraria e Campo de Ourique os bairros onde mais se sentiu o aumento.

 Receitas médias do Alojamento Local em Lisboa na semana da Web Summit aumentam cerca de 11% face a igual período de 2018.

As receitas com o Alojamento Local (AL) em Lisboa durante a Web Summit poderão atingir os 10,1 milhões de euros, mais 57% (3,6 milhões de euros) do que a média esperada para uma semana de Novembro.

Os dados constam do índice elaborado pela GuestReady sobre o impacto que a Web Summit possui nas receitas de Alojamento Local em Lisboa, tendo como base os valores de receita obtidos para o período do Web Summit 2018, o Universo de unidades de AL activos disponíveis para aluguer em Lisboa e os valores praticados este ano.

Algumas zonas de Lisboa registam subidas potencialmente significativas nos preços durante o período de 01 a 07 de Novembro. No topo da subida dos preços diários encontram-se os AL na zona do Parque das Nações, perto do local da Web Summit, que sobem em média 46,1% face aos valores de uma semana média em Novembro.

Também as zonas do Bairro Alto (14,5%), Mouraria (12,7%) e Campo de Ourique (13,2%) integram a lista com o maior aumento potencial nos preços médios por dia em unidades de Alojamento Local. Dentro dessas zonas, o Índice da GuestReady destaca as áreas do Socorro e de Santo Condestável como as que registam a maior subida dos preços médios diários para a semana da Web Summit, respectivamente 18,7% (82 euros) e 17% (72 euros).

A realização da Web Summit é uma excelente oportunidade para mostrar a importância que o Alojamento Local pode ter para uma cidade, já que permite lidar com picos de visitantes sem criar grandes desequilíbrios de mercado na oferta de locais para pernoitar” afirma Vanessa Vizinha, directora-geral da GuestReady para o mercado português.

A mesma responsável destaca que “é também mais uma forma de os proprietários rentabilizarem os seus alojamentos, uma vez que permite distribuir de forma mais equilibrada a procura de alojamento para outras zonas da cidade, criando um aumento das receitas a mais proprietários.”

Já na edição de 2018 a Web Summit foi responsável por um aumento significativo dos preços diários do Alojamento Local em Lisboa. Dados recolhidos e analisados pela GuestReady mostram que proprietários de AL’s no Parque das Nações, onde será realizado o evento, ganharam mais cerca de 400 euros nessa semana - uma diferença de 109% em relação à média semanal de Novembro.

Valores médios cobrados por noite na zona do Parque das Nações crescem 46% na semana da realização da feira sendo Bairro Alto, Mouraria e Campo de Ourique os bairros onde mais se sentiu o aumento.

As receitas com o Alojamento Local (AL) em Lisboa durante a Web Summit poderão atingir os 10,1 milhões de euros, mais 57% (3,6 milhões de euros) do que a média esperada para uma semana de Novembro.
Os dados constam do índice elaborado pela GuestReady sobre o impacto que a Web Summit possui nas receitas de Alojamento Local em Lisboa, tendo como base os valores de receita obtidos para o período do Web Summit 2018, o Universo de unidades de AL activos disponíveis para aluguer em Lisboa* e os valores praticados este ano**.

Algumas zonas de Lisboa registam subidas potencialmente significativas nos preços durante o período de 01 a 07 de Novembro. No topo da subida dos preços diários encontram-se os AL na zona do Parque das Nações, perto do local da Web Summit, que sobem em média 46,1% face aos valores de uma semana média em Novembro.

Também as zonas do Bairro Alto (14,5%), Mouraria (12,7%) e Campo de Ourique (13,2%) integram a lista com o maior aumento potencial nos preços médios por dia em unidades de Alojamento Local. Dentro dessas zonas, o Índice da GuestReady destaca as áreas do Socorro e de Santo Condestável como as que registam a maior subida dos preços médios diários para a semana da Web Summit, respectivamente 18,7% (82 euros) e 17% (72 euros).

A realização da Web Summit é uma excelente oportunidade para mostrar a importância que o Alojamento Local pode ter para uma cidade, já que permite lidar com picos de visitantes sem criar grandes desequilíbrios de mercado na oferta de locais para pernoitar” afirma Vanessa Vizinha, directora-geral da GuestReady para o mercado português.

A mesma responsável destaca que “é também mais uma forma de os proprietários rentabilizarem os seus alojamentos, uma vez que permite distribuir de forma mais equilibrada a procura de alojamento para outras zonas da cidade, criando um aumento das receitas a mais proprietários.”


Já na edição de 2018 a Web Summit foi responsável por um aumento significativo dos preços diários do Alojamento Local em Lisboa. Dados recolhidos e analisados pela GuestReady mostram que proprietários de AL’s no Parque das Nações, onde será realizado o evento, ganharam mais cerca de 400 euros nessa semana - uma diferença de 109% em relação à média semanal de Novembro.

Fonte GuestReady

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade