Na Web Summit a Uber revelou que vai ter trotinetes na cidade de Lisboa

Na Web Summit a Uber revelou que vai ter trotinetes na cidade de Lisboa
O Turismo . PT

Depois do transporte de passageiros, veio a comida, de seguida as bicicletas, mas chegou a altura de lançar as trotinetes e o Uber Money.

 

O anúncio foi feito na Web Summit: a Uber vai disponibilizar trotinetes eléctricas em regime de partilha através de app em Lisboa.

São 200 trotinetes que, como as 1750 bicicletas eléctricas já disponíveis, fazem parte da plataforma Jump. Trata-se de um projecto piloto que inclui plano de subscrições mensais.

 

Para a empresa a expansão da Jump em Lisboa "reforça o compromisso da Uber em disponibilizar múltiplos meios de mobilidade, garantindo opções seguras e económicas para a primeira e última parte da viagem". Explicou que desde Fevereiro deste ano que Lisboa foi "pioneira na Europa ao tornar possível pedir uma viagem, uma refeição e uma bicicleta eléctrica tudo através da aplicação da Uber". A empresa norte-americana garante que a rede de trotinetes e bicicletas cobre 100% do município de Lisboa.

As trotinetes da Jump podem atingir uma velocidade de 20 km/ hora e têm um custo de 20 cêntimos por minuto. Ao contrário de serviços concorrentes, não existirá custo de desbloqueio. Mas para o produto Jump existem planos de subscrição mensais: 30 minutos por dia, por €14,90/mês (Plano Electric) ou 60 minutos por dia acumuláveis por €24,90/mês (Plano Electric+). Como acontece com todos os operadores, a Uber também irá oferecer os primeiros 20 minutos de utilização aos novos utilizadores.

Sobre os serviços financeiros, a Uber Money lançada na semana passada, é uma conta e carteira digital para que os motoristas visualizem todo o saldo após as viagens realizadas, cartão de débito e crédito. A função de débito disponibiliza de 3% a 6% de cashback (dinheiro de volta) em Uber Cash aos motoristas.

Manik Gupta afirmou na sua apresentação que "estamos a ver os sinais. Mais de 50% de quem subscrever a Eats, nunca tinha usado a Uber antes. Se conseguirmos criar uma experiência integrada com o mesmo login, sentimos que podemos resolver uma série de problemas e é por isso que estamos a perseguir esta estratégia". Como é apanágio da Uber, decidiram pensar em grande, sendo que "queremos que o smartphone substitua o carro pessoal".

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade