Vieira do Minho: um destino ideal para famílias.

Vieira do Minho um território surpreendente enumera dez razões uma visita à região em qualquer altura do ano.


Sendo uma região onde a hospitalidade das suas gentes é conhecida sendo uma das regiões onde o turismo tem aumentado nos últimos anos. Passear, fotografar, descobrir campos e montes são algumas formas de descansar e relaxar do stress do dia a dia nas cidades.
Em Vieira do Minho percorrendo a Serra da Cabreira e chegando às margens do Ave e do Cávado, surgem perante os olhos do viajante cenários naturais que maravilham pela sua beleza.

 Seguindo os caminhos da serra poderá passear por bosques onde sombras e quedas de água refrescam, podendo ainda desfrutar de “sublimes vistas panorâmicas sobre as aldeias pitorescas e albufeiras”.
O Rio Ave, com a nascente no alto da Cabreira, apresenta ao visitante lagoas e cascatas num contraste com a paisagem serena e bucólica que rodeia o turista.

Por outro lado descobrir Vieira do Minho, “passa também por conhecer o património cultural e edificado que marcou a identidade e a história deste concelho”.

Há que visitar igrejas, capelas, cruzeiros, pelourinhos, moinhos, espigueiros, cabanas de pastores, fojos do lobo, imóveis de arquitetura vernacular, vestígios romanos e medievais que se espalham por um concelho que é vasto.

O concelho dispõe ainda de um conjunto de casas brasonadas, de salientar a Casa Museu Adelino Ângelo, cuja visita é obrigatória a quem visita Vieira do Minho.

Romarias, festas, lendas e artesanato, espalham-se pelo territórioo sendo a expressão cultural das suas comunidades.

 Na gastronomia há a ter em conta os sabores locais que quase obrigam a uma paragem.

A cozinha vieirense está profundamente marcada pelos sabores rurais e serranos, e pelo aproveitamento dos produtos endógenos que possibilitam a confeção de iguarias verdadeiramente tentadoras.

Pratos tipicamente regionais, como o afamado cozido local “couves com feijão amarelo” ou a típica vitela Barrosã enchem de agradáveis sabores as mesas dos restaurantes vieirenses”.
Mas do menu ainda constam outros petiscos como o cabrito, o anho, os barquilheres, as rabanadas, o leite-creme, o pudim...

 E para digerir os petiscos não há como um programa de lazer. O Rio Ave e as suas praias aguardam a sua visita.

As quatro barragens de Ermal, Salamonde, Caniçada e Venda Nova são espaços de lazer onde o veraneante poderá usufruir de belos dias de lazer.

Ainda de olhos postos na água, o visitante descobrirá os encantos da Albufeira da Caniçada a bordo do barco de recreio, O Brancelhe.

As aldeias de Agra, Campos, Espindo, Lamalonga, Louredo e Zebral, em pleno coração da serra da Cabreira seduzem aqueles que as visitam e despertam a vontade de voltar.
 Percorrer as pequenas ruelas dessas aldeias é “encontrar em cada recanto a simplicidade e o jeito afável dos habitantes, o granito das habitações e dos muros que ladeiam as propriedades e campos, as casas de lavradores, as eiras, os espigueiros, as alminhas, os cruzeiros, os moinhos, e ainda os usos e costumes do Minho tradicional”.

Vieira do Minho é o local ideal para a escapadela perfeita.
O concelho assume-se como a capital do turismo em espaço rural, dispondo de extensa oferta para pernoitar.
São unidades de alojamento cuidadosamente restauradas, “onde o conforto, a hospitalidade, a tranquilidade e a privacidade se conjugam em harmonia”.
Esta oferta caracteriza-se por uma forte presença de unidades de reduzida dimensão e de cariz familiar.

A cultura também não está arredia de Vieira do Minho. Pode marcar já na sua agenda de 2021: Feira do Fumeiro, Agro Vieira, Feira da Ladra, Mercado de Outono, “são alguns dos eventos que não vai querer perder”.

Também o  turismo religioso faz parte

das atrações de Vieira do Minho. A devoção a Nossa Senhora levou à construção de muitos templos que lhe são dedicados.
Em Vieira do Minho, em plena comunhão com a natureza, erguem-se os santuários de N. Sra. da Fé, de N. Sra. da Orada e de N. Sra. da Lapa, com  belíssimos sacrários que merecem uma visita.

Vieira do Minho é um concelho marcado por uma ruralidade acentuada, onde os campos agrícolas e a floresta invadem o território colorindo  a paisagem.

A economia vieirense baseia-se por isso na agricultura e na criação de gado, essencialmente bovino e suíno.

Por isso, encontrar rebanhos ou garranos que desfilam pelos caminhos da serra ou das aldeias, é muito comum no concelho.

Fruto da identidade cultural vieirense, são muitas as tradições que se mantém por todas as freguesias e lugares do concelho de Vieira do Minho.

Por exemplo, a vindima, a pisa, a matança do porco, a desfolhada, as chegas dos bois, o folclore, são momentos importantes no calendário

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade