Costa Cruzeiros suspende temporariamente as operações de viagem

Devido à pandemia global de Covid-19, a empresa italiana decidiu suspender voluntariamente os cruzeiros nos seus navios para proteger a saúde e a segurança dos passageiros, tripulação e destinos

 

A Costa Cruzeiros decidiu suspender voluntariamente as operações globais dos seus navios, com impacto nas viagens até ao dia 03 de Abril.

Esta decisão resulta da recente declaração de pandemia vinda da Organização Mundial da Saúde, pelo que exige medidas extraordinárias e a contribuição resoluta de todas as partes interessadas para parar o surto.

“Como líder do setor, sentimos que é da nossa responsabilidade estarmos prontos para fazer escolhas difíceis quando os tempos o exigem”, disse Neil Palomba, Presidente da Costa Cruzeiros. “Na Costa, sempre considerámos como uma prioridade a saúde e a segurança dos nossos passageiros e tripulantes. Agora que estas circunstâncias sem precedentes exigem ações sem precedentes para garantir que as pessoas em todo o mundo permaneçam saudáveis, estamos prontos para desempenhar o nosso papel”.

Viajar pelo mundo a bordo de um navio de cruzeiros da Costa Cruzeiros e explorar novos destinos e culturas é uma experiência enriquecedora. Realizámos este sonho para milhões de pessoas em mais de 70 anos de história, e estaremos prontos para partilhar novamente, em breve, estes momentos e experiências felizes com todos os nossos passageiros", concluiu Neil Palomba.


Nos últimos meses, a Costa Cruzeiros reforçou ainda mais as medidas de precaução na sua frota e seguiu rigorosamente as recomendações da Organização Mundial de Saúde. No entanto, a logística de viajar pelo mundo é hoje mais desafiadora do que nunca e, com as restrições crescentes adotadas por vários países, as operações de forma suave e segura, tornaram-se significativamente complexas. Num esforço para conter a emergência sanitária, a Costa Cruzeiros já tinha reprogramado os itinerários dos navios que desembarcavam nos portos italianos até 3 de abril, enquanto as operações da Costa na China já estavam suspensas desde o dia 25 de janeiro.


Os cruzeiros que se encontram atualmente em andamento vão terminar a sua viagem para permitir que os hóspedes desembarquem e regressem a casa. A Costa Cruzeiros está a informar ainda os agentes de viagens e os clientes que gostariam de embarcar num dos navios da Costa, e que serão reembolsados na totalidade.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade